O Desafio da Leitura na Era Virtual

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Equipe NTE/TL em Seg 15 Set 2008, 23:42

A cada dia a Internet torna-se mais procurada para pesquisas e realização de diversas tarefas. O computador, assim como o acesso à rede mundial de informações deixa de ser luxo e passa ser uma necessidade da era moderna. De acordo com esta evolução e com os textos lidos neste módulo, qual a importância do livro na sua vida? Poderíamos dizer que o livro está com os dias contados ante as novas mídias como a Internet? Os novos meios eletrônicos tornarão os livros obsoletos? Os livros tendem a desaparecer? Como fica as informações impressas nessa era digital? A leitura que antes já não era tão relevante para a maioria dos brasileiros, pode ser ainda mais esquecida com a era virtual? E como incentivar seus alunos à leitura? Exigir leitura na escola é 'coisa apenas para professores de língua portuguesa e literatura'?
Debata essas e outras questões que achar relevante com seus colegas neste fórum.

Atenção: USE o botão POSTREPLY para postar suas mensagens e o botão QUOTE para interagir com seus colegas. As mensagens postadas a partir do botão NEWTOPIC serão deletadas pela administração do fórum.
avatar
Equipe NTE/TL
Admin

Mensagens : 16
Data de inscrição : 11/06/2008

Ver perfil do usuário http://eadste.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O DESAFIO DE ENSINAR

Mensagem  Mágni em Ter 16 Set 2008, 03:20

Rolling Eyes Aprender a navegar pela multiplicidade de dados e daí sintetizar o conhecimento é tarefa para toda vida. A escola é certamente o lugar privilegiado para a sistematização desse aprendizado. Mas, por estar vinculada ao modelo da transmissão, prevalece o enfoque único do professor no fechamento da pesquisa. O professor que busca interatividade com seus alunos propõe o conhecimento, não o transmite apenas. Em sala de aula ele é mais que instrutor, treinador, parceiro, conselheiro, guia, facilitador, colaborador. Ele é formulador de problemas, provocador de situações, arquiteto de percursos, mobilizador das inteligências múltiplas e coletivas na experiência do conhecimento. Ele disponibiliza domínios do conhecimento, para que os alunos possam construir seus mapas e conduzir suas explorações, individualmente e em cooperação, na sala de aula presencial ou à distância. Ele disponibiliza estados potenciais do conhecimento de modo que o aluno experimenta a criação do conhecimento quando participa, interfere, modifica. Por sua vez, o aluno deixa o lugar da recepção passiva de onde ouve, olha, copia e presta contas, para se envolver com a proposição do professor. E assim aprende a pesquisar e a sintetizar o conhecimento obtido.Sendo assim, o essencial não é a tecnologia, mas um novo estilo de pedagogia baseado na participação, cooperação e multiplicidade de conexões entre os atores envolvidos no processo de construção do conhecimento e da própria comunicação. As tecnologias digitais, quando bem utilizadas, potencializam essa nova comunicação. Caso contrário banaliza a interatividade, reduzem-na a argumento de venda. confused Rolling Eyes
avatar
Mágni

Mensagens : 23
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 51
Localização : Paranaíba - MS.

Ver perfil do usuário http://magnijorge.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leituras virtuais

Mensagem  Simone Aparecida Silva de em Qua 17 Set 2008, 14:22

Wink Bom acho a leitura virtual muito interessante é chamativa, desde que entrei na sala de tecnologias na minha escola, venho percebendo que os alunos que os professores trazem para pesquisar e ler essas pesquisas na internet se interessam mais pelo conteúdo, aprendem coisas diferentes que até mesmo o professor não tenha citado em sua aula, eles conhecem vários recursos de leitura na internet. Então vejo a leitura virtual uma aliada aos professores como ferramenta de aprendizagem um recurso desafiador e interessante. Wink
avatar
Simone Aparecida Silva de

Mensagens : 19
Data de inscrição : 18/06/2008
Idade : 35
Localização : Costa Rica

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Livros

Mensagem  VitorApt em Qua 17 Set 2008, 21:13

Livros serão sempre livros, nunca vão perder a importância nem o uso, sejam eles de papel comum, de papel eletrônico (e-book) ou seja uma tela de computador, os livros vão sempre ser ótimas fontes de conhecimento. Não digo que as leituras devem ser cobradas, mas sim incentivadas, quem é bem incentivado à leitura começa a ter gosto por aquilo e irá buscar sempre mais. Passo pequenas tarefas de leitura para os alunos, antes conto um fato interessante sobre a página que sugiro para leitura, leitura na escola também é coisa de professores de ciências e biologia.

"Se de grão em grão a galinha enche o papo, de página em página enchemos nossos pensamentos".
rsrsrs. Essa fica pra história!! Very Happy
avatar
VitorApt

Mensagens : 19
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 34

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Fábio Vergilio em Qua 17 Set 2008, 22:51

Os livros são muito importantes, sua leitura diária desenvolvem varias faculdades mentais tais como concetração e análise crítica. O gosto pela leitura desde de cedo ajudou-me a entender a respeito de vários assuntos. Uma pesquisa mostrou que a leitura impressa é onde o cérebro mais absorve detalhes do assunto em questão. Infelismente o brasileiro lê pouco seja por questões culturais ou financeiras.
A inventos que tentam substituir os livros, ele é do tamanho de um caderno grande e sua tela muda de acordo com o tema escolhido. O notbook para alunos foi uma tentativa, mas ficou muito caro e parece que o governo desistiu da idéia, por enquanto. Acho que o livro impresso ainda terá um vida longa mesmo com o advento dessas novidades. Uma biblioteca ampla com várias opções de leitura e atualizada é um bom incentivo a leitura.. Todos nós enquanto educadores devemos incentivar a leitura em qualquer midia, seja ela impressa ou digital. Boa leitura a todos.
avatar
Fábio Vergilio

Mensagens : 13
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 51
Localização : Aparecida do Taboado - MS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  EuniceMaria em Qui 18 Set 2008, 15:17

VitorApt escreveu:Livros serão sempre livros, nunca vão perder a importância nem o uso, sejam eles de papel comum, de papel eletrônico (e-book) ou seja uma tela de computador, os livros vão sempre ser ótimas fontes de conhecimento. Não digo que as leituras devem ser cobradas, mas sim incentivadas, quem é bem incentivado à leitura começa a ter gosto por aquilo e irá buscar sempre mais. Passo pequenas tarefas de leitura para os alunos, antes conto um fato interessante sobre a página que sugiro para leitura, leitura na escola também é coisa de professores de ciências e biologia.

"Se de grão em grão a galinha enche o papo, de página em página enchemos nossos pensamentos".
rsrsrs. Essa fica pra história!! Very Happy
...E formamos nosso conhecimento!
Vc disse algo de suma importância à leitura, Vitor: o incentivo. Acredito que o hábito da leitura ainda é uma conquista a ser alcançada, não só entre alunos, mas entre nós professores tb. Abraços, Eunice Maria.
avatar
EuniceMaria

Mensagens : 80
Data de inscrição : 11/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  EuniceMaria em Qui 18 Set 2008, 15:25

Fábio Vergilio escreveu:Os livros são muito importantes, sua leitura diária desenvolvem varias faculdades mentais tais como concetração e análise crítica. O gosto pela leitura desde de cedo ajudou-me a entender a respeito de vários assuntos. Uma pesquisa mostrou que a leitura impressa é onde o cérebro mais absorve detalhes do assunto em questão. Infelismente o brasileiro lê pouco seja por questões culturais ou financeiras.
A inventos que tentam substituir os livros, ele é do tamanho de um caderno grande e sua tela muda de acordo com o tema escolhido. O notbook para alunos foi uma tentativa, mas ficou muito caro e parece que o governo desistiu da idéia, por enquanto. Acho que o livro impresso ainda terá um vida longa mesmo com o advento dessas novidades. Uma biblioteca ampla com várias opções de leitura e atualizada é um bom incentivo a leitura.. Todos nós enquanto educadores devemos incentivar a leitura em qualquer midia, seja ela impressa ou digital. Boa leitura a todos.
Infelizmente Fábio, obras impressas no Brasil são caras, mas precisamos criar formas alternativas de vencer esse mal. Uma delas seria a troca de livros entre profissionais da mesma área ou de gostos a fins, ou ainda, a compra de livros em grupo, fazendo o rodízio para leitura. Existem formas de driblarmos as dificuldades, porém, muitas vezes, não encontramos alternativas por estarmos presos ao problema. Abraços.
avatar
EuniceMaria

Mensagens : 80
Data de inscrição : 11/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

[color=green]O desafio da leitura na era virtual[/color]

Mensagem  ivani em Qui 18 Set 2008, 17:01

Mesmo com todos os avanços tecnológicos, o livro jamais desaparecerá. Cabe a nós professores sabermos como usá-los. Creio que o incentivo da leitura deve acontecer muito antes de se chegar à escola, começando mesmo em casa, com a própria família. Mas o que fazer quando percebemos que muitas vezes o próprio professor não tem o hábito da leitura? Como mostrar para os alunos que a leitura pode se tornar uma viagem agradável, se nunca tivemos esta experiência? Enquanto nós educadores não tivermos o prazer dessa viagem jamais conseguiremos fazer com que os alunos embarquem conosco rumo a um caminho desconhecido.
avatar
ivani

Mensagens : 17
Data de inscrição : 17/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Desafio da Leitura na Era Virtual...

Mensagem  luish2oclara em Qui 18 Set 2008, 17:58

Estamos diante de uma realidade em que os meios virtual fazem cada vez parte de nossas vidas sejam nas coisas mais corriqueiras de maneira usual e indispensaveis em atividades mais complexas tanto no meio pessoal como no profissional.
No entanto tais tecnologias ao meu ver precisam de um empenho em uma escala de 100% onde 10% deve ser os conhecimentos do interessado e 90% de disposição a se interar de tais meios virtuais e digo isso me referindo tanto aos docentes como os educandos, pois penso que um por ser o percussor dos estimulos se não efetuar tal feito estimulatório o segundo jamais se entusiasmará com tal idéia.
A leitura na Era Virtual tende a ser mais rápida e dinâmica, onde o que vale antes do almoço depois do lanche da tarde ja é tido como passado, porém essa dinamicidade vem acompanhada de um mundo midiático incrivel, onde por exemplo quando citamos em uma aula comum o museu do louvre nos parece distante mas em uma aula numa sala de tecnologias podemos ver as diversas obras comtempladas em tal museu com sons, cores, imagens e para quem tem um bom estimulo até sentir muito mais...
Então eis o Desafio da Leitura na Era Virtual, nós os Docentes sermos os Agentes de Mudança da Educação, não penso em nenhum momento ser hipócrita ao falar isso pois sei e ja passei pelos mais diversos contratempos, porém se estou aqui para contar é porque superei ou estou em processo de superação de tais contratempos e os transformei em degraus para que minha Profissão de Professor, Faça Acontecer...
Então ao meu ver o Desafio da Leitura na Era Virtual é o de Superar primeiro os nossos medos e depois desvendar os medos de nossos Educandos....
E Sucesso a todos nós.
Obrigado aos que direta ou indiretamente me ajudaram nas tarefas deste curso.
Abraços....
Professor de STE Luis Fernando de Souza Guarini Domingues.
Escola Estadual Chico Mendes.
Água Clara - MS.
avatar
luish2oclara

Mensagens : 12
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 31
Localização : Água Clara - H2oClara - MS - Pantanal - Brasil - Mundo....

Ver perfil do usuário http://www.luish2oclara.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Magni e, sobre o livro?

Mensagem  Neuraci Vasconcelos em Qui 18 Set 2008, 18:28

Mágni escreveu:
Rolling Eyes Aprender a navegar pela multiplicidade de dados e daí sintetizar o conhecimento é tarefa para toda vida. A escola é certamente o lugar privilegiado para a sistematização desse aprendizado. Mas, por estar vinculada ao modelo da transmissão, prevalece o enfoque único do professor no fechamento da pesquisa. O professor que busca interatividade com seus alunos propõe o conhecimento, não o transmite apenas. Em sala de aula ele é mais que instrutor, treinador, parceiro, conselheiro, guia, facilitador, colaborador. Ele é formulador de problemas, provocador de situações, arquiteto de percursos, mobilizador das inteligências múltiplas e coletivas na experiência do conhecimento. Ele disponibiliza domínios do conhecimento, para que os alunos possam construir seus mapas e conduzir suas explorações, individualmente e em cooperação, na sala de aula presencial ou à distância. Ele disponibiliza estados potenciais do conhecimento de modo que o aluno experimenta a criação do conhecimento quando participa, interfere, modifica. Por sua vez, o aluno deixa o lugar da recepção passiva de onde ouve, olha, copia e presta contas, para se envolver com a proposição do professor. E assim aprende a pesquisar e a sintetizar o conhecimento obtido.Sendo assim, o essencial não é a tecnologia, mas um novo estilo de pedagogia baseado na participação, cooperação e multiplicidade de conexões entre os atores envolvidos no processo de construção do conhecimento e da própria comunicação. As tecnologias digitais, quando bem utilizadas, potencializam essa nova comunicação. Caso contrário banaliza a interatividade, reduzem-na a argumento de venda. confused Rolling Eyes
O que você diz quanto as mídias impressas?
Abraços,
Neuraci
avatar
Neuraci Vasconcelos

Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/06/2008
Idade : 53

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O desafios da leitura escolar

Mensagem  GALIANO PACCINI NETO em Qui 18 Set 2008, 20:33

A Escrita e a Leitura no Hipertexto e Hipermídia

Desde a popularização da informática e agora, com o crescente acesso às novas mídias, toda a classe social tem, cada vez mais, acesso à tecnologia de ponta e, principalmente à Internet. É inevitável que a escola sofra influências que demandam por mudanças desde a alfabetização até a universidade, processo natural, já que as crianças chegam desde cedo com saberes e formas de aprender diferenciado do que se tinha até pouco tempo. Já não se pode conceber hoje um processo de ensino e aprendizagem onde não se utilize de materiais estáticos e eletrônicos, havendo necessidade do convívio entre as antigas e novas tecnologias. Decorre daí mudanças no processo educacional que deverão ocorrer, embora lentamente, pois a escola ainda tem um grande caminho a percorrer, para que se avalie, na prática, os prós e os contras da inserção da cultura digital como prática pedagógica. Como ocorreu com a disseminação da tecnologia da escrita que provocou profundas transformações na prática educativa, ocorre hoje o mesmo com o hipertexto, cada vez mais popularizado e ganhando significado educativo. A escola deve buscar alternativas pedagógicas para lidar com o hipertexto, reconhecendo nele uma poderosa ferramenta de aprendizagem através da pesquisa, da construção cooperativa e interativa, através das bibliotecas e cursos virtuais, onde professores e alunos aprendem juntos. E toda essa troca de saberes, de cultura, implica em uma nova forma de ler e de escrever. A leitura se torna mais dinâmica através das imagens e sons, passíveis de se escolher um mesmo assunto produzido por vários autores através dos inúmeros links dispostos nas páginas dos hipertextos e, dada à velocidade de acesso às informações, e troca de mensagens, principalmente através das salas de bate papo, surge uma nova escrita, adequada às necessidades dos interlocutores. No ambiente escolar, o computador e a Internet pode sim, estimular a leitura, dependendo do uso adequado desses recursos, porque tanto as tecnologias antigas quanto as modernas necessitam da intervenção consciente do professor para que se alcance resultados positivos diante da aprendizagem, da leitura e da escrita. Principalmente quanto á escrita, a escola deve fazer um trabalho com os alunos de forma que saibam separar o uso da escrita formal e prática dos meios virtuais da escrita na norma culta, necessária nos meios acadêmicos. O hipertexto pode ser bastante educativo na medida em que coloca o indivíduo como interseção de vários mundos e culturas, através dos inúmeros links e nós. Onde se pode cortar, deslocar, mudar a ordem e introduzir a própria escrita em ambientes abertos à cooperação e troca de experiências. Tornando-se assim, subversivo, na medida em que deixa de lado a linearidade dos textos estáticos, que obrigam o leitor à leitura seqüencial, como ocorre em um livro literário, por exemplo. Ao mesmo tempo, a leitura apoiada por suportes virtuais pode trazer algumas dificuldades para o leitor, que vão desde o desconforto físico, diferente da leitura de uma revista impressa que pode ser feita mais comodamente, até as dificuldades causadas por hipertextos mal elaborados, com um amontoado de links sem um propósito mais significativo. Ou com esquemas de menu muito profundos, disponibilizando as informações debaixo de diversas páginas de menus, fazendo com que a navegação se torne cansativa e frustrante, obrigando o leitor a abandonar a página em busca de outras fontes. Outra característica interessante do hipertexto é a questão da autoria, que nos meios impressos é rígida, deixando o autor senhor absoluto das suas produções. Em uma leitura on-line, ocorrem profundas mudanças no trato produção-leitor-autoria, já que o leitor é livre e é instigado a todo o momento a buscar novas fontes de informações, através de cortes, mudanças na ordem dos textos, fazendo ligação de idéias e introdução de seus próprios conceitos, bastando para isso um clique em um link. Dessa forma, no hipertexto, tanto autor quanto leitor tornam-se protagonizadores na produção de conhecimentos. E o leitor, na maioria das vezes dá sentidos imediatos aos textos, antes inimagináveis ao autor. O que se torna impossível de ser feito na mídia impressa. Ocorrendo assim, a socialização de vários aspectos da realidade humana através das tecnologias de informação e de comunicação.

GALIANO PACCINI NETO

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/06/2008
Localização : Paranaíba-MS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A REALIDADE PARA O LIVRO DIDÁTICO.

Mensagem  GALIANO PACCINI NETO em Qui 18 Set 2008, 21:09

As grandes editoras de livros didáticos estão em um modelo de negócio em obsolescência, que poderá estar morto em 2016. Qualquer professor esperto vai produzir material didático a partir de AGORA (traduzindo suas aulas para um Projeto Squeak, por exemplo). Se o projeto for bom, será incluído em 5 milhões de máquinas iniciais do projeto OLPC.
Os primeiros professores a se mexerem comandarão os rumos da educação em diversos países.
Se der certo este ou outro projeto de inclusão digital, o MEC estará comprando 12 milhões de laptops por ano, a partir de 2009 ou 2010, para sustentar seus 56 milhões de alunos. Em cinco anos (2016), todos os estudantes do fundamental terão seus laptops. É um negócio anual de 2,7 bilhões de reais para governo e fornecedores, descontados 46% de impostos.
O dinheiro do livro didático (600 mil reais por ano) poderá ser usado para custear o laptop. Economizar-se-ia também o dinheiro de propaganda inútil sobre devolução de livros didáticos (Também se economizará em lápis, papel, retroprojetor, material escolar e procedimentos burocráticos entre escolas, secretarias e MEC). Só precisaremos de largura de banda.As telecoms estarão com banda larga barata de 100 Gbps em 2010 ou 2011, e 1000 Gbps em 2016 (já que em 1995 a conexão de 14.4 kbps era de R$ 40,00 por mês e em 2006 tinha conexão de 2Gbps a R$100,00 por mês).
O governo (MEC) perderá o poder de escolher e comprar obras. Qualquer obra online com licença apropriada poderá ser usada em aula sem custos visíveis para o governo ou para as escolas.
Como um autor de livro didático pode ganhar dinheiro com isso? Terá de descobrir novas ou velhas maneiras de faturar. Por exemplo, preparando material em sites com anúncios AdSense. Com o tempo, o Google vai mandar anúncios destinados ao público do site, jovens estudantes. Assim, sempre renderá uma graninha mensal para o autor. Acho uma remuneração justa.
E não serão mais necessárias as grandes editoras. Será o fim de uma Intermediação que vinha de pai para filho desde 1447 <http://en.wikipedia.org/wiki/Presses>da era comum.

Projeto Squeak e OLPC: http://bertelli.name/2007/04/squeak-e-smalltalk-no-olpc/
AdSense: http://www.google.com.br/intl/pt-BR/ads/[/color][/b]

GALIANO PACCINI NETO

Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/06/2008
Localização : Paranaíba-MS

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Livros de papel ou virtuais...

Mensagem  Dorothea em Qui 18 Set 2008, 22:22

VitorApt escreveu:Livros serão sempre livros, nunca vão perder a importância nem o uso, sejam eles de papel comum, de papel eletrônico (e-book) ou seja uma tela de computador, os livros vão sempre ser ótimas fontes de conhecimento. Não digo que as leituras devem ser cobradas, mas sim incentivadas, quem é bem incentivado à leitura começa a ter gosto por aquilo e irá buscar sempre mais. Passo pequenas tarefas de leitura para os alunos, antes conto um fato interessante sobre a página que sugiro para leitura, leitura na escola também é coisa de professores de ciências e biologia.

"Se de grão em grão a galinha enche o papo, de página em página enchemos nossos pensamentos".
rsrsrs. Essa fica pra história!! Very Happy

Concordo com você Vitor livros serão sempre livros, e sempre terão seu valor. O livro é um aliado, ele aumenta o número de palavras no repertório(vocabulário) das crianças. O livro não importa de papel ou virtual ele trás consigo conhecimento para a formação dos alunos.
Dorothea_Aracilda_Paranaiba What a Face affraid
avatar
Dorothea

Mensagens : 15
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 58
Localização : Paranaíba

Ver perfil do usuário http://elgste.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Neuraçi, sobre o livro.

Mensagem  Mágni em Sex 19 Set 2008, 00:54

Neuraci Vasconcelos escreveu:
Mágni escreveu:
Rolling Eyes Aprender a navegar pela multiplicidade de dados e daí sintetizar o conhecimento é tarefa para toda vida. A escola é certamente o lugar privilegiado para a sistematização desse aprendizado. Mas, por estar vinculada ao modelo da transmissão, prevalece o enfoque único do professor no fechamento da pesquisa. O professor que busca interatividade com seus alunos propõe o conhecimento, não o transmite apenas. Em sala de aula ele é mais que instrutor, treinador, parceiro, conselheiro, guia, facilitador, colaborador. Ele é formulador de problemas, provocador de situações, arquiteto de percursos, mobilizador das inteligências múltiplas e coletivas na experiência do conhecimento. Ele disponibiliza domínios do conhecimento, para que os alunos possam construir seus mapas e conduzir suas explorações, individualmente e em cooperação, na sala de aula presencial ou à distância. Ele disponibiliza estados potenciais do conhecimento de modo que o aluno experimenta a criação do conhecimento quando participa, interfere, modifica. Por sua vez, o aluno deixa o lugar da recepção passiva de onde ouve, olha, copia e presta contas, para se envolver com a proposição do professor. E assim aprende a pesquisar e a sintetizar o conhecimento obtido.Sendo assim, o essencial não é a tecnologia, mas um novo estilo de pedagogia baseado na participação, cooperação e multiplicidade de conexões entre os atores envolvidos no processo de construção do conhecimento e da própria comunicação. As tecnologias digitais, quando bem utilizadas, potencializam essa nova comunicação. Caso contrário banaliza a interatividade, reduzem-na a argumento de venda. confused Rolling Eyes
O que você diz quanto as mídias impressas?
Abraços,
Neuraci

Sou favorável a utilização do livro didático, desde que feita mediante o contexto abaixo:
Há uma grande gama de materiais didáticos, em vários suportes, que podem ser utilizados pelo professor em sua sala de aula. Esses materiais, bem empregados, podem enriquecer muito o ensino-aprendizagem. Em alguns casos, são mesmo essenciais. Como princípio geral, o professor deve agrupar todos os materiais que vai utilizar em torno do livro didático. Isso devido ao fato de que o professor, quando escolheu o livro didático para aqueles seus alunos, procurou uma obra que ele, professor, acha bem adequada ao projeto político-pedagógico da escola; aos objetivos específicos da disciplina ensinada, naquela série, e a seus alunos. Seria prejudicial a utilização de materiais cuja proposta pedagógica é diferente daquela do livro didático escolhido. Fazendo isso, os materiais escolhidos pelo professor se agruparão naturalmente, de maneira harmoniosa, em torno do livro-texto, formando uma “constelação” de materiais. Esse agrupamento permite maximizar o aproveitamento do livro didático, aprofundando alguns pontos, complementando outros, introduzindo assuntos não tratados no livro didático e que o professor julga importante. Pensando na grande variedade de materiais hoje disponíveis para a escolha do professor como um grande supermercado, ele, professor, deve ir a este supermercado com uma idéia clara do produto que deseja. Não deve deixar-se deslumbrar pela grande variedade de materiais, alguns apresentados com todos os artifícios mercadológicos para atrair compradores. O professor deve sempre fazer a si mesmo a seguinte pergunta: este material pode ajudar a atingir o objetivo escolhido por mim? Os objetivos escolhidos pelo professor podem ser de vários tipos. Em primeiro lugar, podem contribuir diretamente para a aprendizagem dos alunos. Por outro lado, podem propiciar um enriquecimento cultural dos alunos. Por fim, podem servir para a formação da cidadania, pelos alunos.
avatar
Mágni

Mensagens : 23
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 51
Localização : Paranaíba - MS.

Ver perfil do usuário http://magnijorge.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mídias Impressas

Mensagem  Mágni em Sex 19 Set 2008, 01:34

Neuraci Vasconcelos escreveu:
Mágni escreveu:
Rolling Eyes Aprender a navegar pela multiplicidade de dados e daí sintetizar o conhecimento é tarefa para toda vida. A escola é certamente o lugar privilegiado para a sistematização desse aprendizado. Mas, por estar vinculada ao modelo da transmissão, prevalece o enfoque único do professor no fechamento da pesquisa. O professor que busca interatividade com seus alunos propõe o conhecimento, não o transmite apenas. Em sala de aula ele é mais que instrutor, treinador, parceiro, conselheiro, guia, facilitador, colaborador. Ele é formulador de problemas, provocador de situações, arquiteto de percursos, mobilizador das inteligências múltiplas e coletivas na experiência do conhecimento. Ele disponibiliza domínios do conhecimento, para que os alunos possam construir seus mapas e conduzir suas explorações, individualmente e em cooperação, na sala de aula presencial ou à distância. Ele disponibiliza estados potenciais do conhecimento de modo que o aluno experimenta a criação do conhecimento quando participa, interfere, modifica. Por sua vez, o aluno deixa o lugar da recepção passiva de onde ouve, olha, copia e presta contas, para se envolver com a proposição do professor. E assim aprende a pesquisar e a sintetizar o conhecimento obtido.Sendo assim, o essencial não é a tecnologia, mas um novo estilo de pedagogia baseado na participação, cooperação e multiplicidade de conexões entre os atores envolvidos no processo de construção do conhecimento e da própria comunicação. As tecnologias digitais, quando bem utilizadas, potencializam essa nova comunicação. Caso contrário banaliza a interatividade, reduzem-na a argumento de venda. confused Rolling Eyes
O que você diz quanto as mídias impressas?
Abraços,
Neuraci
Colega.
Quando as Mídias Impressas é um recurso importante que pode ser facilmente utilizadas pelo professor e alunos. Durante as minhas pesquisas e leituras, descobri este site: http://www.ead.ufms.br/marcelo/midias_educacao/modulo4/e3_assuntos.html , que trás orientaçoes legais de como utilizar esse recurso em sala de aula.
Abraços.


Última edição por Mágni em Dom 21 Set 2008, 00:30, editado 2 vez(es)
avatar
Mágni

Mensagens : 23
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 51
Localização : Paranaíba - MS.

Ver perfil do usuário http://magnijorge.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O DESAFIO DA LEITURA NA ERA VIRTUAL

Mensagem  Helena em Sex 19 Set 2008, 17:22

Estamos na era virtual mas felizmente o livro ou escrita impressa continua sendo muito atrativa, e para alguns ele é insubstituível. A escrita impressa já foi muito mais cara mas atualmente está mais acessível. As vezes comparo a ida dos alunos a biblioteca com as aulas na sala de informática, é bem diferenciado os tipos de comportamento, em ambos lugares.Assim como há aqueles que se sentem fora do ambiente na biblioteca há aqueles que se sentem em casa na sala de informática. Sendo assim penso que a leitura virtual só tem a acrescentar se souber limitar e selecionar o que se vai ler. O gosto pela leitura é despertado por muitos alunos mas o preocupante é o tipo de leitura que os atraem, por isso é importante a participação da família nesse processo tão importante para nossas vidas. Enfim o gosto pela leitura seja ela impressa ou digital deve ser adquirida por todos nós.

Helena

Mensagens : 9
Data de inscrição : 20/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Desafio da leitura na era virtual

Mensagem  Patricia Carneiro Barboza em Sex 19 Set 2008, 18:00

Hoje vivemos uma era de descobertas, onde a tecnologia está cada vez mais em nossa rotina diária, tanto é que nossos alunos estão cada vez mais querendo resolver suas atividades escolares em virtude da internet, deixando de lado pesquisas em livros, jornais e revistas. Mas mesmos os alunos mais interessados no uso do computador vê como necessário à presença do livro didático em sua rotina escolar, e cabe a nós educadores tentar incentivar a continuação desse meio de aprendizagem, tentar inovar a maneira de ensinar, mas manter sempre o uso desse processo tão importante que o livro.
Não só os livros didáticos, mas também os livros literários contribuem muito para o aprendizado de nossos alunos e os nossos também, pois estimular a leitura é contribuir para o desenvolvimento do raciocínio, para a concentração e para o aprendizado, tanto é verdade que há muitos projetos para a estimulação da leitura nas escolas, como “bondes da leitura”, “cantinho da leitura”, murais dentre outros.
È fato que a era virtual nos trouxe muitos benefícios, mas não podemos deixar de lado os livros, pois nos identificamos de forma muito especial com nossos escritores, cada história nos leva a um mundo muito especial, e o livro didático nos fornece um caminho muito amplo de conhecimento. flower sunny
avatar
Patricia Carneiro Barboza

Mensagens : 17
Data de inscrição : 20/06/2008
Idade : 36
Localização : Bataguassu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Não podemos fugir

Mensagem  Maria Cláudia em Sex 19 Set 2008, 19:02

Na educação, a era digital é uma realidade e não há mais como fugir disso. Os alunos de hoje aprendem a teclar o “enter” muito antes de estar alfabetizado. Para eles, navegar na internet é simples e motivador diante da enormidade de ferramentas audiovisuais que eles passam a ter acesso. Por esse motivo é preciso que o educador possibilite a construção do conhecimento levando o aluno à aprendizagem com a utilização desta nova ferramenta.
avatar
Maria Cláudia

Mensagens : 11
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 41

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

LEITURA VIRTUAL

Mensagem  hilda zp em Sex 19 Set 2008, 19:42

Vivemos hoje em uma época onde o avanço tecnológico promove um redemoinho cultural nas inter-relações de todos os sistemas do planeta e provocou uma reorganização, um novo condicionamento nas relações dos indivíduos na sociedade. Diante desses fatos podemos perceber a importância da Leitura Virtual como ferramenta pedagógica, um elemento atrativo para os alunos e um meio de conhecer melhor o mundo e nós mesmos, enquanto leitores promovendo-se uma articulação entre a leitura crítica do mundo e a leitura do texto literário. Entretanto, é necessário que o professor esteja preparado. Estou tentando me preparar, mas, não é fácil.
avatar
hilda zp

Mensagens : 12
Data de inscrição : 16/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Desafios da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Ana Paula da Silva Zorzan em Sex 19 Set 2008, 23:40

Com tantas tecnologias a disposição, o livro sobrevive e sempre será de suma importância na vida dos estudantes, e de todos que o fizer uso, incentivar a leitura é uma obrigação não só profª de português, mas de todos os que o rodeiam, começando desde os primeiros anos de vida.
O livro tem a capacidade de fazer nós nos emocionarmos e até vibramos com fantásticas aventuras, o livro é o companheiro ideal em todos os momentos. Porque ele não dispersa, mas fixa, condensa, conhecimentos e estes são a base de todo o progresso, individuais e coletivos. O livro é útil para todos os membros da família e jamais perde a sua atualidade, podendo passar de um para outro.
Desta forma jamais irão desaparecerem.
avatar
Ana Paula da Silva Zorzan

Mensagens : 15
Data de inscrição : 16/06/2008
Idade : 44
Localização : Bataguassu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

TODA LEITURA É VÁLIDA, INSTRUCIONAL, RICA, PRODUTIVA...

Mensagem  Lidiane Mariano em Sab 20 Set 2008, 19:02

O surgimento de novas tecnologias como meio para o exercício da didática vem possibilitar uma melhor comunicação entre aluno e professor. O saber ler no mundo de hoje é complexo...
O termo “leitura”, para a maioria dos professores evoca diversas interpretações, ainda que mais comum seja aquela que o define como “ato de ler textos escritos”. De fato, alunos e professores buscam, durante toda a escolarização, o desenvolvimento da habilidade de ler textos escritos. Entretanto, nos dias atuais, a diversidade de imaginários coletivos legitimados e agregados à Escola demanda que se compreenda o fenômeno “leitura” com base em conceitos que permitam ao professor definir um processo eficaz de desenvolvimento das habilidades necessárias à construção de um indivíduo leitor.
Hoje, mais do que nunca, face às exigências do mundo atual, a leitura tem um papel fundamental no processo de construção do conhecimento, funcionando como fio condutor na rede do currículo interdisciplinar, desenvolvendo competências e habilidades nas diferentes linguagens, para que o aluno tenha condições de aprender, por si próprio, ao longo da vida.
E a leitura virtual, aqueles textos que lemos na tela do computador (PC, lap top ou palm top), ou do texto projetado por um data show, projetor de cinema, tela de televisão ou mesmo um simples retro-projetor. O virtual não é o irreal, mas algo como o devir do real, uma espécie de futuridade do real) rsrs - é diíial até de descrever, mas podemos falar de algumas de suas características: é algo que se revela como uma imagem do real, mas não possui uma corporeidade permanente; projeta-se como imagem e som perceptíveis, mas é resultado de um processo de codificação eletrônica e não do movimento de corpos reais (a música gravada é virtual, a voz ao celular, também, assim como o próprio texto impresso possui algumas características virtuais, pois representa as palavras que não estão sendo pronunciadas por nenhum aparelho fonador de verdade)."
Hoje, é preciso inventar um novo modelo de Educação, já que estamos numa época que oferece a oportunidade de disseminar um outro tipo de pensamento.
As vezes me pergunto se o texto virtual substituirá o livro, no futuro, eainda não tenho uma resposta certa. O futuro da tecnologia virtual é imprevisível. Mas penso que o texto virtual possui vantagens em relação ao texto impresso. O texto virtual é mais ecológico pois não necessita de papel, material atualmente feito de celulose vegetal. Também não ocupa quase nenhum espaço, algo tão importante nas reduzidas moradias das cidades grandes. Mas a maior vantagem do texto virtual é a sua praticidade, explicada através de aspectos como a atualidade, a velocidade e a acessibilidade. O texto virtual é sempre atualizável, como os dicionários, glossários e edições de obras online. As edições eletrônicas de jornais e revistas são atualíssimas. Mesmo os textos pessoais são mais rápidos, bastando comparar a carta tradicional e o e-mail. O acesso ao conteúdo dos textos virtuais (corpora para pesquisas, edições eletrônicas de obras completas, referências bibliográficas e referências terminológicas) é sempre mais rápido. Se estou lendo, por exemplo, a obra completa de Freud em edição eletrônica e desejo pesquisar o tema “inconsciente”, a edição me dará a indicação de todas as páginas, livros e artigos em que o termo aparece. Além disso, o texto em tela é digitalizado e pode ser copiado, reformatado, enviado para qualquer outro computador em qualquer parte, transposto para outros meios eletrônicos e, caso o usuário ainda possua apego às coisas matérias em si, como aqueles leitores fetichistas que adoram cheirar os livros, o texto virtual pode ser impresso.

Tenho alguns sites com texto virtuais (até livros inteios, resumos, artigos, dissestações...), amo essa minha pasta! Vejam alguns:
http://www.manualmerck.net/
http://www.culturabrasil.pro.br/download.htm
http://spleb.org.br/pt/leituras.php
http://spleb.org.br/pt/lv/o_emilio.php
http://spleb.org.br/pt/lv/o_emilio.php
www.ebookcult.com.br
http://www.dominiopublico.gov.br/
www.virtualbooks.terra.com.br
http://www.portaldetonando.com.br/forum/portal.php
www.ebooksbrasil.org
www.darkflame.org/esnips
www.arcaliteraria.org
www.hotbook.com.br/
http://www.portaldetonando.com.br/forumnovo/portal.php
www.vertex.com.br/users/san/ebook.htm
www.4shared.com/dir/52089/4c6bff4c
http://br.geocities.com/cdbiblioteca/down.htm
http://ebookdownload.v10.com.br/
www.consciencia.org/biblioteca.shtml Very Happy
avatar
Lidiane Mariano

Mensagens : 36
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 38

Ver perfil do usuário http://lidimariano79.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

O desafio da leitura na Era Virtual

Mensagem  Luciana Teodoro em Seg 22 Set 2008, 14:10

A arte de ler é uma habilidade adquirida a parti do momento que somos apresentados ao mundo das letras. E ela tende a se aperfeiçoar se houver incentivo em casa e na escola. Para se formar bons leitores mas basta apenas ter bons livros, mas despertar o magia que a leitura pode proporcionar a cada indivíduo. Este trabalho deve ser em conjunto escola e sociedade. A leitura virtual é mais uma ferramenta na aquisição de conhecimento, e creio que ela não irá substituir a sensação de prazerosa que é descobrir um novo mundo em cada pagina lida. Cabe sim, a nos professores, digo, de todas as disciplinas motivar os nossos alunos a usar a tecnologia não apenas para relacionamentos, e sim vê-la com um auxílio no ensino, e usufrir da mesma da melhor forma possível.
avatar
Luciana Teodoro

Mensagens : 17
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 42
Localização : Bataguassu

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Leitura Virtual

Mensagem  Mireille em Seg 22 Set 2008, 15:06

Com a introdução das tecnologias da informação e da comunicação na escola, especialmente o computador e a Internet, um novo desafio se apresenta a nós professores: a leitura em suportes virtuais, o qual se torna diretamente ligado a nós profissionais da área escolar. Pois considerando que a leitura em suporte virtual pode estar presente em qualquer área ou disciplina de ensino, acreditamos que se tornam urgentes estudos que possam ajudar-nos a enfrentar este novo desafio.
As novidades podem assustar, mas a utilização constante fará com que nos acostumemos. É importante salientar que na verdade somente o suporte mudará, permanecendo o conteúdo.

MIREILLE Wink
avatar
Mireille

Mensagens : 18
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 44
Localização : Paranaíba

Ver perfil do usuário http://steacccnoturno.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Carmen Regina em Seg 22 Set 2008, 16:10

Embora historicamente o conhecimento advindo do livro impresso tenha sido o mais importante na base informativa e formativa na construção intelectual, atualmente ele deixou de ser o único objeto de leitura passando assim a ser distribuído em formato eletrônico.
A diferença existente é que uma está subordinada a natureza física e visual, controlada pelo autor. O livro eletrônico é fluido e dinâmico, com maior transitoriedade e mutabilidade, consentindo uma interação entre escritor e leitor aproximada, permitindo assim o surgimento de diversos estilos de escrita e novas estratégias didáticas para leitura e escritas.
Embarassed
avatar
Carmen Regina

Mensagens : 13
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 53
Localização : Paranaíba

Ver perfil do usuário http://diariocarmenregina.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Suzeraya em Seg 22 Set 2008, 16:15

A comunicação se faz presente na vida humana desde os primórdios tempo, e isso nos leva a crer que o impresso ou eletrônico o conhecimento absorvido da suporte na construção da intelectualidade possibilitando uma dimensão completamente nova na comunicação e expressão das informações adquiridos e construídas progressivamente.
Com isso podemos concluir que tanto na era Pictograma como na atual era eletrônica a necessidade de registrar os acontecimentos do aprendizado, difusão de idéias e relação de interatividade se faz presente para um maior entendimento da cultura, hitória e compreensão do existir e da comunicação, afinal a humanidade é perpetuada de fatos históricos.
Razz
avatar
Suzeraya

Mensagens : 17
Data de inscrição : 17/06/2008
Idade : 55
Localização : Paranaíba

Ver perfil do usuário http://suzerayarecriando.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Desafio da Leitura na Era Virtual

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum